Pages Menu
Facebook
Categories Menu

CONHEÇAM A PRIMEIRA PLATAFORMA ONLINE DE APOIO À EMPREGABILIDADE DE PESSOAS COM SPINA BÍFIDA

LinkedOut- www.linkedout.pt-  a primeira plataforma digital de apoio à empregabilidade de pessoas com deficiência, desenvolvido pela ASBIHP- Associação de Spina Bífida e Hidrocefalia de Potugal-  e co-financiado pelo Programa de Financiamento a Projectos do Instituto Nacional de Reabilitação, está a causar impacto junto de vários parceiros e tecido empresarial.

A plataforma LinkedOut, que se apresenta como um portfolio digital de candidatos com diversidade funcional, surge da constatação de que, segundo a OIT, 386 milhões de pessoas em idade ativa no Mundo têm uma deficiência, sendo que a taxa de desemprego atinge, em média, 80% desta população, devido à crença dos empregadores de que uma deficiência implica uma incapacidade para o trabalho. Por esta razão, estas pessoas continuam a estar sub-representadas no mercado de trabalho.

As pessoas com diversidade funcional representam cerca de 10% da população, isto é, cerca de 650 milhões de pessoas, vivem com uma deficiência, constituindo a maior minoria do mundo. Na maioria dos países da OCDE a incidência da deficiência é mais elevada entre as mulheres do que entre os homens, constituindo uma dupla vulnerabilidade desta população, logo, alvo de múltipla discriminação.

“A falta de recursos económicos é um dos problemas que mais afecta esta população, sendo que o ciclo de pobreza dificilmente é interrompido, devido à grande inexistência de rendimentos de trabalho, da dependência de subsídios estatais e da solidariedade das suas famílias. A empregabilidade é o pilar-base deste problema e a única forma de capacitar esta população, levando-a a reclamar uma cidadania plena quer de direitos como de deveres.” Rui Brasil, Presidente ASBIHP- Associação Spina Bífida e Hidrocefalia de Portugal, promotora deste projeto

A plataforma LinkedOut direciona-se, nesta primeira fase, a pessoas com Spina Bífida e/ou Hidrocefalia em situação de desemprego involuntário e em idade ativa, procurando divulgar os perfis de competências dos candidatos, descentrando-se nas limitações percecionadas pela situação de diversidade funcional e focando-se nas suas competências técnicas e comportamentais e no seu potencial para o emprego. Por outro lado, dirige-se aos potenciais empregadores e restante sociedade civil, mostrando várias formas de se juntarem ao projeto quer através do voluntariado de competências, de apadrinhamento quer de formação em posto de trabalho ou contratação destes recursos humanos.

O grupo BNP Paribas e a Fujitsu Portugal bem como outras pequenas e médias empresas já se juntaram a esta iniciativa que se prevê de forte impacto na mudança do paradigma existente e de grande contributo na intervenção social no âmbito da área da deficiência.

Mais informação em: www.linkedout.pt